Regionais da CNBB promovem iniciativas

romarianot
MOTO ROMARIA
junho 30, 2018
timbore
Comunidade de Timboré
julho 3, 2018
eleicoes

Regionais da CNBB promovem iniciativas em vista das eleições gerais deste ano.

A Igreja no Brasil está atenta à realidade brasileira e deseja contribuir mais uma vez na conscientização do povo brasileiro por ocasião das eleições gerais deste ano. “Olhamos para a realidade brasileira com o coração de pastores, preocupados com a defesa integral da vida e da dignidade da pessoa humana, especialmente dos pobres e excluídos”, afirmam os bispos na mensagem “Compromisso e esperança”, divulgada na 56ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em abril.
A atual situação do País, segundo o episcopado, exige discernimento e compromisso de todos os cidadãos e das instituições e organizações responsáveis pela justiça e pela construção do bem comum. É neste contexto que dioceses e regionais da CNBB mobilizam-se para contribuir no processo eleitoral.
O regional Sul 2 da CNBB, que compreende o estado do Paraná, montou uma cartilha na qual dá destaque à esperança, revalorizando a política. Construída com o apoio da Presidência da CNBB e com a participação do assessor político da Conferência, padre Paulo Renato de Campos, é um subsídio destinado a eleitores e candidatos, a grupos, comunidades e meios de comunicação.
O arcebispo de Londrina (PR), dom Geremias Steinmetz, explica que a cartilha já uma tradição no regional e neste ao teve o pedido para que fosse fornecida para todos os regionais do país.
“O objetivo é exatamente produzir cada vez mais consciência de bons eleitores no nosso povo para que, de fato, nesse momento difícil que também nós vivemos aqui no nosso país, a gente possa dar uma orientação a partir da fé, apartidária, naturalmente, mas que possa nos ajudar a elegermos bem, a votarmos bem, a termos de fato consciência de que o nosso voto possa colaborar com os rumos que estamos dando para nossa sociedade brasileira”.
O material, disponível aqui, está dividido em quatro partes: Preocupações, que aborda a realidade, a crise ética, as ameaças à democracia, a corrupção e os sinais de esperança; Igreja e as Eleições, com palavras do papa Francisco, as cartilhas e debates produzidos pela Igreja, a Lei da Ficha Limpa e o incentivo aos leigos e leigas na vida pública; Eleições 2018 e alterações na Lei Eleitoral; e Corresponsabilidade pelo Brasil, capítulo com diversas orientações para antes e depois do voto.
Leste 2
Em Minas Gerais, representantes das Províncias Eclesiásticas de Belo Horizonte, Diamantina e Mariana planejaram ações com o objetivo de contribuir para a formação cidadã, visando o processo eleitoral. Serão elaborados materiais audiovisuais, que serão disponibilizados para todas as comunidades de fé e meios de comunicação, comprometidos com a qualificação da democracia no Brasil.
Integram o conjunto de produções audiovisuais a série de vídeos produzidos pelo Núcleo de Estudos Sociopolíticos da PUC Minas, instituição da arquidiocese de Belo Horizonte, além de pequenos vídeos e programas radiofônicos planejados pela Rede Catedral de Comunicação Católica – TV Horizonte e Rádio América. De acordo com a arquidiocese de Belo Horizonte, as produções podem ser exibidas livremente, inclusive nas redes sociais. Os vídeos e áudios ficarão disponíveis no site da arquidiocese da capital mineira.
O bispo de Divinópolis (MG), dom José Carlos de Souza Campos, explica que as produções serão dedicadas a temas importantes para o qualificado exercício da cidadania, como democracia, o voto e as suas consequências, o perfil dos candidatos, os perigos das fake news (notícias falsas), elementos de Doutrina Social da Igreja e palavras do Papa Francisco.
“Sabemos que muitas (arqui)dioceses vão produzir cartilhas e mídias próprias. Isso é bom e importante. Precisamos somar nossas forças para fazer com que a política torne-se um efetivo exercício da ampla caridade, priorizando as necessidades dos mais pobres, de quem vive nas periferias geográficas e existenciais”, escreveu em uma carta.
Fonte: cnbb.org.br